[MySQL] Série de posts 7 – Teoria: Processo Background do Servidor


Bom pessoal, este é um post com uma visão de como entender e identificar o daemon(processo servidor) do MySQL. O servidor é o processo central que gerencia o banco de dados.  Esse é o processo mysqld que gere as bases de dados e tabelas. Existem duas distribuições: as pré-compiladas (servidor pronto para ser executado com os recursos de que necessitam) ou a opção para se compilar manualmente. Este processo servidor é responsável por gerir bases de dados , estruturas de memória , conexões com o cliente e administrar os recursos do SGBD. Vimos no primeiro post desta série como efetuar a instalação do nosso servidor MySQL neste link abaixo:
http://cooperati.com.br/2012/08/21/mysql-srie-de-posts-1-download-e-instalao/
Agora precisamos saber aonde este processo se encontra em nosso sistema operacional , quando efetuamos uma instalação padrão.
O diretório de instalação padrão do MySQL no Windows é: “C:\Program Files\MySQL\MySQL Server 5.5\bin” , Caso tenha efetuada uma instalação personalizada em outro disco no seu sistema operacional , verifique na pasta de instalação do MySQL o diretório “bin” , aonde ficam todos os executáveis do MySQL Server.
base_mysql_windows1
Já para o diretório de instalação padrão do Linux é encontrado em algumas distribuições no diretório “/usr/bin” ou “/usr/sbin”.
base_mysql_linux1
Para testar se o processo servidor do MySQL está funcionando normalmente, veja abaixo:
No Windows:

mysqld_windows
No Linux:

mysqld_unix
Executando os comandos acima em ambos sistemas operacionais , eles iram informar que o processo está ativo pois o processo servidor do MySQL realmente está em execução em ambos.
Bom agora que identificamos que o processo servidor do MySQL no Windows é o mysqld e o processo servidor do Linux é o mysqld ou mysqld_safe.Podemos agora verificar o método de inicialização do MySQL Server no Windows e no Linux.
No Windows como a instalação padrão instala um serviço chamado mysql , podemos inicia-lo com o comando abaixo:

iniciando mysql no windows
Para parar o MySQL no windows pela linha de comando , digite o comando abaixo:

parando mysql no windows
Também existe a possibilidade de utilizarmos o utilitário de gerenciamento de serviços do windows(services.msc) para iniciar e parar no banco de dados MySQL, como na imagem abaixo:
serviços do windows
No Linux a instalação padrão cria um script de inicialização do MySQL dentro do diretório “/etc/init.d” ou “/etc/rc.d” dependendo da distribuição.
Para iniciar o MySQL no Debian 6 , digite o comando abaixo:

iniciand mysql no debian
Para parar o MySQL no Debian 6 , digite o comando abaixo:

parando mysql no debian
Também é possível utilizar o utilitário services do Linux para inicializar e parar o MySQL, como na imagem abaixo:
services do linux

(Comando para Iniciar o MySQL)

(Comando para Parar o MySQL)
Para deixar registrado também como podemos tratar o processo de inicialização e parada do nosso servidor MySQL no CentOS:
services do linux centos
Bom pessoal , a ideia deste post foi fazer que você possa identificar o processo servidor do MySQL que esteja sendo executado no Windows, no Linux ou qualquer outra plataforma Unix. Pois geralmente este processo de inicialização será similar independente da plataforma em que o MySQL esteja sendo executado.
Recomento que leiam os Posts dos Links Abaixo , no qual utilizei como base para este post:
http://certificacaobd.com.br/2012/03/07/section-1-mysql-architecture-10-clientserver-overview/
http://certificacaobd.com.br/2012/03/07/section-2-starting-stopping-and-configuring-mysql-20-starting-and-stopping-mysql-server-on-windows/
http://marcosegato.altervista.org/sections/none_Download/Linux/mysql_start.html
http://docstore.mik.ua/orelly/linux/sql/ch04_03.htm
http://zetcode.com/databases/mysqltutorial/firststeps/
http://www.herongyang.com/MySQL/Introduction-mysqld-MySQL-Server-Program.html
http://wiki.vps.net/vps-net-features/cloud-servers/template-information/slackware-130-x64-mysql-image-notes/
Bom galera , acredito que as dicas deste post possam ajudar a quem está iniciando no gerenciamento de banco de dados MySQL e precisa compreender o seu funcionamento básico. Que  a Graça e Paz estejam com todos.
Veja o post anterior desta série abaixo:
http://cooperati.com.br/2012/10/22/mysql-srie-de-posts-6-teoria-estruturas-de-memria/
Fonte: http://blog.gaudencio.net.br/2012/10/mysql-serie-de-posts-7-teoria-processo.html

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    © 2019 All Rights Reserved. Cooperati. 

    Deseja uma consultoria especializada?