VideoCast17 – Cluster de Maquinas Virtuais no Hyper-V

Não perca o meu curso de como implementar esse cluster!

Vida longa e próspera pessoal, hoje eu (Rafael Bernardes) venho falar sobre a tecnologia altamente reduntante: O cluster de máquinas virtuais. Vou explicar o que é, porque você precisa de um e provar que pode-se montar um cluster com pouco investimento.

Todos os meses eu irei ministrar um curso prático sobre esse tema:

Cluster de máquinas virtuais com storage open-source

 http://cooperati.com.br/2012/06/20/curso-cluster/

Com os seguintes tópicos:

Aula 1

  • O que é o cluster de Failover da Microsoft
  • O que é um storage e porque sua empresa deve ter um
  • Apresentação do cenário e discussão do projeto
  • Elaboração do documento inicial, definindo o escopo e os entregáveis
  • Organização do projeto com ferramenta online gratuita
  • Montagem do diagrama no Microsoft Visio

Aula 2

  • Seleção do hardware para o storage
  • Discussão sobre os volumes e tipos de RAID que serão utilizados
  • Apresentação e instalação do FreeNAS
  • Configuração dos volumes e níveis de RAID
  • Simulação de falhas e validação do storage

Aula 3

  • Preparação dos servidores
  • Apresentação e instalação do cluster de Failover
  • Conexão dos servidores ao storage com placas de rede redundantes
  • Validação e configuração do cluster
  • Criando uma máquina virtual no cluster
  • Simulação de falha e validação do cluster

Aula 4

  • Elaboração do guia de recuperação de desastres para o projeto
  • Fechamento do projeto na ferramenta online
  • Fechamento da documentação do projeto e validação dos entregáveis
  • Entrega do projeto ao cliente, com as validações de cada etapa

Para se inscrever, entre em contato com o [email protected]

    Comments

    1. Faz tempo que essa caixa da HP está na minha lista de desejos rs.
      Fiquei com os dedos coçando para usar qdo vi a aula demo e agora esse videocast.
      Abraços.

    2. Rafael, muito bom, mas tenho uma dúvida.
      Fui fazer uma instalação do freenas em um pendrive também porém quando entro para configurar o NAS, ele dá erro.
      Marcos

      • Eu não tive problemas. Segui um dos guias para converter a versão do FreeNAS de ISO para IMG e utilizei um programa para colocar no pendrive. Ele fez tudo sozinho: Boot, identificou o pen drive e se instalou nele!

    3. Rafael,
      gostei muito do videocast, não conheço muito bem essas tecnologias de Cluster, já ouvi falar alguns termos. Mas eu quero é aprender no curso, como você mesmo disse, vai ensinar até os que estão querendo aprender.

    4. Rafael não entendi quando você falou sobre DC principal e secundário: Os DC’s estão em VM ou no hosts? Na sua estimativa de custo chegou a comentar sobre valor da versão Enterprise do Windows?

    5. Rafael, uma duvida aqui, nesta versão gratuita do Hyper-V, tem como se criar o Cluster (todos os nós com ela) ou tem que ter pelo menos um Windows Server entre eles?

      • O Hyper-V server faZz cluster sim. Você só precisa de uma estrutura básica de AD, logo vai precisar de outro servidor ou coloca o AD dentro de uma VM no host fora do cluster (mais arriscado, mas funciona, já tive que implementar em cliente com pouco investimento)

        • Entendi agora, valeu pela informação Rafael. É uma pena a necessidade do AD, visto que aqui na nossa empresa não utilizamos ele (e nem temos a necessidade por termos um ambiente misto) e estava pensando em montar um cluster destes por aqui.
          Mesmo assim é bom ter conhecimento sobre o assunto, como você mesmo falou um bom sysadmin é aquele que conhece todas as possibilidades e sabe escolher a melhor em cada ocasião.
          Sucesso.

    6. Rafael,
      Muito bom o vídeo. Hoje existem várias empresas no mercado que necessitam de cluster e não o tem pela falta de profissionais de mercado para implantação. Vejo o curso como um grande diferencial. Quando concluir o preparatório de certificação do Carlos Finet farei o curso.
      Outra grande necessidade que temos hoje também é implantação de VDI. Ela é muito ligado a questão de redundância e alta disponibilidade. Já visitei empresas que todos terminais são thin clients ou estações TS. O cooperati tem algum projeto em mente para um curso sobre VDI?
      Abraços.

      • Será um prazer recebê-lo na turma!
        E sim, uma das minhas especialidades é o VDI. Eu fiz testes bem avançados com essa tecnologia e também a certificação.
        Em breve vou disponibilizar um curso de 18 horas sobre o assunto.

      • Felipe concordo com você da importância de VDI, é tanto que meu TCC está sendo na área, focando sobre a utilização de VDI para auxilio a consumerização. =)
        Porem por aqui onde moro, VDI não tem um custo que a maior parte das empresas pagaria, mais já o TS/RDS é o que estou querendo estudar assim que tiver um período de férias da faculdade, onde ao invés de ThinClients normais, faça-se uso dos Micro PCs como o Raspberry Pi ou o MK802 (que roda android, que tem clientes para Terminal Server gratuitos na Android market).

    7. Rafael, bom dia!
      Parabéns pelo vídeo!!
      Estou com uma pequena dúvida.. fazendo essa estrutura, vou perder muito em relação ao desempenho?
      Tenho alguns clientes pequenos que não gostam de investir muito em Storage devido ao alto valor.. então, tenho servidor com VMs nos discos locais.. quando um servidor apresenta problemas, preciso copiar todas VMs na mão para o outro servidor.. Imagine o trabalho!!!
      Obrigado!

      • Na verdade você ganha performance. No seu cenário hoje, você tem um servidor virtual que faz processamento e armazenamento.
        Montando o cluster, você separa a camada de armazenamento para outro servidor. Fica bem mais ágil!

    8. Bom dia Rafael,
      Estive dando uma olhada para esse HP Micro Server ai.. e vi que ele faz RAID 0/1… Esse RAID é via Hardware?? Tem uma placa controladora para esse RAID? Tenho vontade de fazer um esquema desses em casa para guardar meus arquivos e gostei do preço dele 😛
      Algum server que faça um RAID 5 ou 6 com preço acessível, me recomenda algum??
      Obrigado e parabéns pelo vídeo, muito bom esse esquema de cluster Microsoft, não conhecia!!

      • Ele tem uma controladora sim, onboard. Eu recomendo usar o FreeNAS e montar o RAID5 por ele.
        Um servidor que suporta RAID5 e é barato é o ML150, que é bem mais expansível do que esse ML110. Dá uma ligada para a Info Business e pergunta.

    9. Rafael, tenho apenas 2 duvidas sobre essa infra que você montou ai.
      1 – Sabemos que hoje em dia o maior gargalo dos servidores é o IO em HDs convencionais, isso quando eles já estão plugados diretamente da placa mãe. Será que a utilização de um Storage, não causa uma perda excessiva de desempenho das VMs?
      2 – No seu caso existem 2 switchs, correto? Então um dos switchs seria no em ambiente de produção a rede interna da empresa e o segundo exclusivo para interligação das segundas placas de rede de cada servidor com o Storage?

      • Tudo bom?
        1 – Pelo contrário, o storage é uma forma de se ganhar mais desempenho. Pense só: Colocar processamento, memória e armazenamento em uma única placa mãe ou dedicar outro hardware só para o armazenamento? No meu LAB que é simples, a taxa de gravação com o storage chegou a 70M, sendo que no disco local (SATA) só consigo algo em torno de 35M!!!
        2 – Sim, o ideal é separar uma rede SAN (Storage Area Network), para que o tráfego de dados ISCSI tenha a largura de banda total para ele.

        • Rafael, tudo bom sim, desculpe minha grosseria. =)
          Achei estranho isso que você falou de ter conseguido uma velocidade de gravação maior via rede do que disco local, visto todo overhead que se tem na criação de um pacote TCP ou UDP se fosse o caso, e isso sendo multiplicado para qualquer tipo de acesso. Porem como você falou que em seu sistema ficou desta forma, então acho que me precipitei demais em conclusões.
          Agora sobre a SAN, você está usando Cat5e, Cat6 ou Cat6e para interligar os computadores com o Storage?
          Ótimo final de domingo.

          • Aqui todos estamos aprendendo. Pode sempre expressar a sua opinião e falar sem medo de ser repreendido (ou sofrer bully, rsrsrs)!
            Pode ter certeza que um storage é uma ótima opção. Eu tenho casos onde o HD de boot dos servidores está no storage.
            E eu uso o CAT5E normal.

            • Pois é, tenho visto muito o portal, porem sempre fui um pouco mais na minha, nunca fui de comentar muito, porem esse Videocast de vocês tocou em um ponto que estava estudando a algum tempo, ai não teve como ficar mais as escuras.
              Vou fazer uma cotação de um HP mini desses de storage para a nova compra de equipamentos do setor. Falando sobre ele, este que você comprou já vem com controladora RAID? E os HDs que você colocou dentro, são HDs para servidor mesmo ou HDs de desktop (Seagate, Sansung, Westen Digital…) de 7200prm.

            • Olá!
              Sempre comente, pois ajuda muito o nosso trabalho.
              Ele tem uma versão com controladora RAID sim, mas verifique quais os níveis de RAID oferecidos. O meu só faz 0 ou 1.
              Tem suporte a HDs SATA até 10.000 RPM. Daí você escolhe a marca.

    10. Olá, já fiz e participei da implementação deste ambiente em empresas e pra que quer investir pouco e ter um ambiente altamente disponível é perfeito.
      Como todos os posts este está muito bom. Parabéns.
      Um pouco atrasado no comentário.. na verdade são dúvidas, li o post logo que saiu mas estou escrevendo somente agora.
      Sobre o W2008R2 ent., como fica a questão do licenciamento, se no meu cluster eu tenho 4 VM rodando em cada nodo e um venha a falhar, ficarei com as 8 num só??
      Outra dúvida surgiu lendo os posts, vi que comentou sobre o AD instalado no host… então como fica também esta questão das licenças das VMs sendo que no enterprise você pode usar 4 VMs (mas isto só é válido so o host não tiver “nenhum” serviço rodando)???
      E a última (hehehe), eu posso usar uma vlan para separar o tráfego do NAS e da rede interna, em vez dos 2 switches ??

      • Quantas perguntas!!!
        1 – O licenciamento é normal, se rodar 8 VMs em um HOST licenciado para 4 estar ilegal nesse momento! Conversa com a sua revenda Microsoft pq tem solução para isso.
        2 – Se rodar alguma função no HOST, é -1 VM que vai poder rodar no ambiente.
        3 – A VLAN vai ajudar sim, mas outro switch é importante porque é outra “máquina” trabalhando somente com o tráfego de rede. O problema principal não é o isolamento, mas sim o processamento.

    11. Avatar for Rafael Bernardes Artur de Souza Aragão : 20 de setembro de 2012 at 2:02 am

      Rafael,
      Eu tenho uma grande dúvida e não encontro respostas adequadas para a versão 2012.
      Eu tenho um servidor HP e nele existem 3 placas de rede. Pensei em pegar cada uma delas da seguinte forma:
      Nic 1 – Gerenciamento
      Nic 2 – Switch Virtual Hyper-V
      Nic 3 – ISCSI para a LUN no STORAGE.
      Pretendo adquirir outro servidor e fazer o tão famoso e sonhado Cluster para o Hyper-V. Segundo informações que levantei, necessitaria de um 4ª Nic para o Heartbeat. Procede ou eu consigo fazer com estas 3 mesmo até adquirir uma nova Nic quad-port?

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    © 2019 All Rights Reserved. Cooperati. 

    Deseja uma consultoria especializada?