Monitorando Servidor com Munin


Nesse post irei apresentar o munin para o monitoramento de seus servidores, com ele será possível monitorar CPU, memória, uso do discos, temperatura, estado de serviços, entre outros.

O munin funciona numa arquitetura cliente e servidor, e necessita de um servidor web para a apresentação de seus resultados, para isso irei utilizar o apache2.
Mãos a obra:
SERVIDOR (10.5.1.10/24)
# apt-get install munin apache2
Configurar os endereços dos clientes para monitorar no arquivo /etc/munin/munin.conf, o munin já possui uma configuração para monitorar a própria máquina, mas no exemplo irei monitorar outra máquina da rede (10.1.1.6)
[servidor1] address 10.5.1.6
use_node_name yes
##
Vamos configurar o servidor web apache2:
# cp /etc/munin/apache.conf /etc/apache2/sites-available/munin.conf
# vi /etc/apache2/sites-available/munin.conf
(Altere ou acrescente)
##
Alias /munin /var/cache/munin/www
<Directory /var/cache/munin/www>
Order allow,deny
Allow from 10.5.1.0/24
Options None
AuthUserFile /etc/munin/munin-htpasswd
AuthName “Munin”
AuthType Basic
require valid-user
<IfModule mod_expires.c>
ExpiresActive On
ExpiresDefault M310
</IfModule>
</Directory>
##
Ativar o munin no apache2
# a2ensite munin.conf
Gerar o arquivo contendo o nome e a senha do usuário que terá acesso ao relatório:
# htpasswd -c /etc/munin/munin-htpasswd user1
Obs.: A opção -c foi utilizada para gerar o arquivo munin-htpasswd, para adicionar mais usuários esse opção deverá ser omitida.
Reiniciar o Apache2
# invoke-rc.d apache2 restart
CLIENTE (10.5.1.6/24)
Instalar os pacotes do cliente
# apt-get install munin-node munin-plugins-extra
A configuração do cliente é bem simples pois iremos ajustar quem terá acesso ao serviço, o único porém é que o endereço deve utilizar o formato de expressão regular.
# vi /etc/munin/munin-node.conf
allow ^127.0.0.1$
allow ^10.5.1.10$
##
Vamos reiniciar o serviço:
# invoke-rc.d munin-node restart
Vamos testar no navegador se está tudo ok:
http://10.5.1.10/munin

Pronto, basta clicar nos links ou em servidor1 para ter uma visão geral. Espero que tenham gostado do post e não deixem de assinar o nosso portal.

Share

    Comments

    1. Avatar for Ricardo Pinheiro Geraldo Freiman Jr : 26 de abril de 2011 at 8:44 am

      Bom dia Ricardo,
      Muito interessante essa ferramenta, gostaria de saber se posso incluir servidores microsoft nessa monitoração.
      Fico no aguardo
      obrigado e Abs.

    2. Vou aguardar alguém testar em servidores microsoft, se for bem sucedido o teste no ambiente microsoft, poderei implantar.
      Abs

    3. Ricardo,
      Achei bem interessante essa ferramenta. Ela envia relatórios ou alertas por email?

    4. Ricardo, há algum tempo eu venho pesquisando sobre gerenciamento de ativos, básico e mais complexos, vejá algumas delas:
      Nagios
      Zabbix
      SpiceWorks
      Openaudit
      Cacic e Ocs Inventory.
      Munim
      É claro que alguns destes acaba englobando outras atividades na rede, como monitoramento de serviços, mas particularmente, em minhas pesquisas, notei que praticamente todas essas soluções quando não estão muito desatualizadas pela “comunidade mantenedora”, seja em seu desenvolvimento pleno ou em foruns com seus usuários estão deixando a desejar em outros complementos que são extremamente importantes como a própria monitoria de serviços.
      Há alguns que podem me dizer que são soluções para fins diferentes, mas eu acredito que a monitoria de serviço é importante é deve ser feita, a monitoria dos ativos também, a monitoria do tráfego de rede também. Para cada problema um software? Um cliente instalado em um terminal? E olha que ainda nem estamos falando de softwares básicos o uso e administração básicos para uma rede.
      O Munim em particular achei a comunidade um poco “morbida” e o forum pouco movimentado, fiquei até surpreso com o seu post, não cheguei a implanta-la por receio e acabei usando o zabbix na oportunidade, mesmo ainda não completamente feliz com ele.
      O que vocês acham?
      Abraço à todos, ótimo post Ricardo!

    5. […] Monitorando Servidor com Munin […]

    6. Gostei da explicação, bem pratica e objetiva, sem rodeios
      Existe algum meio de testar o Munin afim de ter uma confirmação de que X host esta sendo Monitorado?
      Uma espécie de retorno…

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    © 2019 All Rights Reserved. Cooperati.