Testando a Saúde do DFS (Distributed File System)

​​Nesse artigo vamos mostrar como testar a saúde do seu DFS em um ambiente de produção. Muitos administradores utilizam esse serviço e sabem que o monitoramento precisa ser constante para evitar problemas nas replicações dos arquivos entre os servidores. Hoje existem poucas ferramentas para o monitoramento do DFS. A ferramenta nativa é uma solução rápida e prática.

Vamos ver como ele funciona na prática. Com a sua console do DFS aberta, clique em “Create Diagnostic Report”, como mostramos na imagem abaixo:

Você receberá três opção, sendo:

  1. Health Report
  2. Propagation Test
  3. Propagation Report
Selecione “Health Report” para iniciar o processo de diagnóstico e depois clique em “Next”:

Selecione o caminho desejado para salvar os relatórios e escolha um nome para o mesmo. Os nomes gerados automaticamente são excelentes, pois mostram a data que o relatório foi gerado. Geralmente, acrescentamos o horário, pois quando temos algum problema no DFS, são necessários a geração de muitos logs e dessa forma, a organização ficará excelente para sua análise.

Selecione os servidores que desejam gerar o diagnóstico. No DFS servidores podem ter problemas isolados e os mais comuns são, bloqueio de portas em Firewall do Windows ou terceiros, ou até mesmo falha em seu DNS Server. Clique em “Next” para continuar o processo:

Selecione a opção de Backlogged para recuperar atualizações pendentes entre dois computadores que participam da Replicação do Sistema de Arquivos Distribuídos (DFS). Cliquem em “Next” para continuar o processo:

Confira o resumo de configurações para saber se está de acordo com todas as opções escolhidas e clique em “Create”:

Pronto! Seu relatório está gerado e poderá ser analisado. Você encontrará arquivos com problemas de replicação, porcentagem de banda aplicada entre a replicação, arquivos conflitantes, entre outros…

Esperamos que essa pequena dica ajude aos administradores que estão iniciando no mundo dereplicação DFS e acrescente conhecimento nos que já utilizam esse excelente serviço da Microsoft.