Manter o backup pequeno e organizado utilizando Microsoft Azure

Nesse pequeno artigo vamos falar sobre uma opção que está presente em quase todas as ferramentas de backup, mas que infelizmente é pouco utilizada pelos administradores de Infraestrutura aqui no Brasil. Em diversas visitas em clientes ao logo dos anos, sempre ouvimos algum administrador reclamar sobre tamanho de backup, quantidade de dados e como vamos conseguir armazenar todas essas informações. É extrema importância fazer a seguinte pergunta: “Eu estou fazendo o backup do que realmente é importante para a minha organização?” Muitas vezes a resposta é “Não”:

Em mais de 80% das empresas que visitamos, o backup sempre é feito de forma “Full”, e o controle de exclusão não é efetuado. Vamos relembrar agora uma opção bem conhecida pelos administradores, mas infelizmente esquecida pela maioria.

Algumas dicas para ajudar no controle do backup:

  1. Criar políticas internas sobre tipos de arquivos em sua rede;
  2. Evitar copias de arquivos no mesmo local;
  3. Nos backups das aplicações, saber o que é realmente necessário backapear, muitas vezes não é necessário diversas pastas, dll´s e somente o banco de dados.
  4. Criar uma triagem de arquivos na rede para bloquear alguns tipos de arquivos e extensões.

Segue abaixo um artigo de apoio para tal configuração:

Triagem de Arquivos no Windows Server 2012 R2

https://social.technet.microsoft.com/wiki/pt-br/contents/articles/26453.criando-triagem-de-arquivos-no-windows-server-2012-r2.aspx

A melhor forma de você manter um backup compacto, limpo e organizado é utilizando a ferramenta de “Exclusão”. Hoje com o crescimento rápido de dados, valor de storage físico ou nuvem e a importância do backup, é elementar que devemos tratar melhor o que está sendo backupeado em nossa organização.

Vamos ver agora, como fazer isso, utilizando o backup do Microsoft Azure na prática:

Abra a sua console de backup do Microsoft Azure e clique em “Backup Agendado”:

Selecione a opção “Fazer alterações aos itens ou horários de backup” e clique em “Próximo”:

Clique no botão “Configurações de Exclusão”:

Clique em “Adicionar Exclusão”:

 

Adicione as extensão que deseja excluir do backup, a unidade e se vai valer a regra para as subpastas e clique em “Ok” quando finalizar:

Se levarmos a sério essa configuração de exclusão, podemos diminuir até 40% to tamanho do nosso backup atual, dependendo do cenário. Isso é de extrema importância para todos os administradores que querem diminuir o tamanho do seu backup e ter um melhor controle do que realmente seu storage ou espaço em nuvem está sendo consumido Esperamos que essa dica seja útil para todos e agregue algum valor.

  • Vitor Colivati

    O programa NXPowerLite Server Quick Scan ajuda a verificar os tipos de arquivos e tamanho ocupado por cada extensão.

%d blogueiros gostam disto: