MessageOps Office 365 Exchange Migrator

msgpsando365_thumb

O MessageOps Office 365 Exchange Migrator dá aos administradores a capacidade de executar vários tipos de migrações de e para o Office 365. Os cenários suportados são:

  • Importação de PST para mailboxes no Office 365
  • Exportação de PST de mailboxes no Office 365
  • Migração de Pastas Públicas Onpremises para mailboxes no Office 365
  • No Exchange Premissa caixa de correio para o Office migração caixa de correio 365

Ao migrar para o Office 365, você pode optar por ter os dados importados na mailbox do usuário ou  arquivamento. Ao exportar, você pode exportar a caixa de correio e o arquivamento.

O MessageOps Office 365 Exchange Migrator liga-se aos servidores Exchange locais usando MAPI, portanto, não há necessidade de ativar o RPC sobre HTTP, que as ferramentas de migração nativas do Microsoft exigem.

Pré-requisitos

  • Office 2007 ou Office 2010 (32 Bit)
  • PowerShell 2.0
  • A conta de Administrador de Office 365 especificada deve ter uma mailbox.

Uso
Importando arquivos PST para o Office 365
⇓ Veja abaixo como importar arquivos PST para o Office 365:

MessageOps Office 365 Exchange Migrator funciona muito bem para importação de arquivos PST. Se os arquivos PST estão nas estações de trabalho dos usuários finais, você pode usar o importador de PST da MessageOps para importa-los.

Se você tem um grande número de arquivos PST para importação, você provavelmente vai querer dedicar várias estações de trabalho para essa tarefa. É recomendável que você crie uma conta de administrador do Office 365 com uma mailbox associada para cada instância do Migrator que você irá executar.

Para iniciar a importação PST, inicie o aplicativo e selecione a opção Importar arquivos PST.

image

Em seguida digite suas credenciais de Administrador para o Office 365. Lembrando que essa conta deve ter uma mailbox.

image

A próxima tela permite que você adicione arquivos PST para uma fila de importação e especifique as opções de importação.

image

A primeira coisa que você deve fazer é selecionar o arquivo PST que deseja importar, clicando no botão Select PST File e navegar para o arquivo PST. Em seguida, você deve selecionar qual mailbox será usada para o PST importado clicando no botão Select Mailbox.

A partir daqui você tem várias alternativas a seguir:

A reconfiguração de endereço
A reconfiguração de endereço irá reescrever o formato de endereço de e-mail nativo do Exchange (por exemplo EX: / o = First Organization / ou = First Administrative Group / cn = Recipients cn / = UserName “) que só são válidas na organização Exchange de origem para o endereço SMTP para a entrada de endereço e se pode encontrar dentro de propriedades de mensagens ou outros resolvida, olhando para a lista de endereços global com base no nome de exibição do destinatário.

Controle Tópico
Na maioria dos casos estes não devem ser modificados, mas aqui é o lugar correto para controlar essas configurações.

Tópicos Max – O número de conexões TCP simultâneas para o Exchange. O servidor Exchange irá diminuir as mais de 10 conexões simultâneas.

Tamanho do lote – O número total de mensagem que será enviada em um lote. O tamanho de lote real dependerá do tamanho das mensagens no lote.

Destino
Consiste em simplesmente você importar os dados PST para sua caixa postal ou arquivamento.

Destino Raiz
O Destino Raiz controla se uma nova pasta é criada para os dados de PST. Quando um nome de  PST na raiz é selecionado, uma pasta de nível superior é criada na caixa de correio e os dados PST são copiados para essa pasta. Como exemplo, se o nome do PST era Matt Backup, e o nome do PST como a raiz é selecionada, a importação irá criar uma pasta de nível superior chamada Matt Backup e os dados PST seriam restaurados sob essa pasta.

image

Se a raiz da opção do Store é selecionado, as pastas de nível superior dos arquivos PST serão restauradas para o nível superior da caixa de correio ou arquivo. Assim, a caixa de entrada do arquivo PST Matt backup será colocada na pasta Caixa de entrada da caixa de correio.

Erros de Processamento
Se os erros de propriedade única ignorados são verificados ou se uma propriedade em uma mensagem está corrompida, a mensagem ainda será carregada.

Adicionar à fila de importação
Depois de ter o arquivo PST e caixa de correio selecionados, você pode adicioná-lo para a fila de importação.

image

Uma vez adicionado à fila, você pode adicionar mais itens à fila ou clicar em Iniciar Importação para importar a fila.

image

Quando a importação é executada, você pode acompanhar o progresso clicando no link Log para abrir o arquivo de log no Bloco de Notas.

image

 

Exportando mailboxes do Office 365 para arquivos PST
⇓ Veja abaixo como exportar caixas de correio do Office 365 para arquivos PST

Para iniciar a exportação PST, inicie o aplicativo e selecione a opção Export PST

image

Em seguida digite suas credenciais de administrador para o Office 365. Lembrando que essa conta deve ter uma mailbox.

image

Uma vez autenticado, você pode clicar no botão Select Mailbox para exibir uma lista das caixas de correio em sua organização, juntamente com o tamanho de arquivo e caixa de correio para cada um. Selecione a caixa de correio, ou grupo de caixas de correio, para o qual você deseja exportar.

image

Uma vez seleccionada uma caixa de correio, ou grupo de caixas de correio, você pode escolher exportar caixa de correio, arquivo ou ambos. Na área Opções de arquivo, clique no botão de selecionar o diretório de exportação para definir para onde os arquivos PST devem ser exportado.

Você pode criar um novo arquivo PST ou usar um arquivo de PST existente. Se você escolher um arquivo de PST existente, ele não irá importar itens duplicados (assumindo que o arquivo PST foi criado pelo Exchange Migrator). Você pode usar a opção de PST existente para retomar uma interrupção ou falha de migração.

Uma vez que as opções estão selecionadas, clique no botão Adicionar à fila de exportar para enfileirar as exportações. Se você está pronto para exportar o arquivo, clique no botão iniciar a exportação.

Quando a exportação for iniciada, você será solicitado a se autenticar com um nome de usuário e senha. Digite o nome de usuário do Administrador do Office 365 que você digitou anteriormente e marque a caixa para lembrar as credenciais. Você deve marcar a caixa para lembrar as credenciais quando solicitado ou a exportação não vai funcionar.

 

image

Durante a exportação, o progresso é exibido. Se precisar de informações adicionais, clique no Link de registro para obter um log detalhado.

 

Migrando mailboxes do do Exchange Onpremises para o Office 365
⇓ Veja abaixo como migrar caixas de correio do Exchange Onpremises para o Office 365

MessageOps Office 365 Migrator oferece suporte a migrações de Exchange 2000 e superior.

Para começar a migração de caixa de correio, escolha a partir do seu abiente Ecxhange Onpremises e clique em Avançar.

image

Em seguida, você deve fornecer as seguintes informações.

image

Ao migrar do Exchange 2000 ou 2003, o Exchange Server deve ser o servidor de caixas de correio residente. Ao migrar do Exchange 2007 ou 2010,  o Exchange Server deve ser um servidor de acesso para cliente.

O nome de usuário especificado deve ter acesso total às caixas de correio que estão sendo migradas. O domínio é o nome de nome do Active Directory, a conta é o usuário e a senha do Active Directory.

Em seguida, digite suas credenciais de administrador para o Office 365. Essa conta deve ter uma mailbox.

image

A próxima tela permite que você adicione caixas de correio para uma fila de importação e especifique as opções de importação.

image

A primeira coisa que você deve fazer é selecionar a caixa de correio de origem que deseja importar, clique no botão Select Mailbox e escolha a caixa de correio. Você deve selecionar para qual caixa de correio do Office 365 de destino deve ser importada, clique no botão Selecione caixa de correio, na área de opções da caixa de correio de destino.

Você então tem várias opções para decidir sobre:

A reconfiguração de endereço

A reconfiguração de endereço irá reconfigurar o formato de endereço de email do Exchange nativo (por exemplo EX: /o = First Organization/ou = primeiro administrative group/cn = Recipients/cn = UserName’) que são apenas válidos na organização do Exchange de origem para o endereço de SMTP para a entrada de endereço, se ela pode ser encontrada dentro de outras propriedades de mensagem ou resolvidos, observando a lista de endereços Global, baseado no nome de exibição do destinatário. Note que este é um processos automatizados, a correspondência de endereço exato pode não ser 100% correta se a GAL  é usada e mais de 1 contato tem o mesmo nome de exibição.

Segmento de controle

Na maioria dos casos estas não devem ser modificadas, mas aqui é o lugar certo para que essas configurações.

Máximo de Threads – O número de conexões TCP simultâneas para Exchange. O servidor Exchange usará qualquer acelerador quando ultrapassar 10 conexões simultâneas.

Tamanho de lote – O número total de mensagens que serão enviadas em um lote. O tamanho do lote real vai depender do tamanho das mensagens no lote.

Destino

O destino é simplesmente se você deseja importar os dados de caixa de correio para sua caixa de correio ou arquivo morto.

Destino raiz

A raiz de destino controla se a nova pasta é criada para a fonte de dados de caixa de correio. Quando é selecionada a pasta separada, será criada uma pasta de nível superior da caixa de correio e os dados de caixa de correio de origem serão copiados para essa pasta. Por exemplo, se o nome de caixa de correio foi [email protected] e a pasta separada é selecionada, a importação seria criar uma pasta de nível superior chamado domínio e os dados de caixa de correio seriam restaurados abaixo dessa pasta.

Se a opção de armazenamento de raiz é selecionada, as pastas de nível superior da caixa de correio de origem serão restauradas para o nível superior do Office 365 de caixa de correio ou arquivo morto. Então a caixa de entrada da caixa de correio de origem será colocada na caixa de entrada da caixa de correio do Office 365.

Processamento de erros

Se os erros de propriedade única ignorados são verificados, se uma propriedade em uma mensagem está corrompida, a mensagem ainda será carregada.

Adicionar à fila de importação

Depois de ter a caixa de correio de origem e Office 365 de caixas de correio selecionadas, você pode adicioná-lo para a fila de importação.

image

Uma vez que as caixas de correio são enfileiradas para importação, clique no botão Start Import para iniciar as migrações de caixa de correio.

Ao concluir, os resultados serão exibidos e você pode clicar na coluna de LogLink para exibir um log detalhado para cada usuário.

image

 

Migrando pastas públicas locais para o Office 365
⇓ Veja como migrar pastas públicas locais para o Office 365

 

MessageOps Office 365 Exchange Migrator dá-lhe a capacidade de importar dados de pasta pública para caixas de correio compartilhadas no Office 365. Antes de tentar importar pastas públicas para o Office 365, certifique-se de que você tem uma conta que tenha acesso a pastas públicas.

Para começar a migração, selecione a opção Onpremisses na árvore de pasta pública.

image

Em seguida, você deve fornecer as seguintes informações.

image

Ao migrar do Exchange 2000 ou 2003, o Exchange Server deve ser o servidor de caixas de correio residente. Ao migrar do Exchange 2007 ou 2010 o Exchange Server deve ser um servidor de acesso para cliente.

O nome de usuário especificado deve ter acesso total às caixas de correio que estão sendo migradas. O domínio é o nome de nome do Active Directory, o usuário e a senha deverão ser os do Active Directory.

Em seguida, digite suas credenciais de Administrador para o Office 365. Essa conta deve ter uma caixa de correio.

image

A próxima tela permite que você selecione as pastas públicas que serão migrados para as caixas de correio do Office 365.

image

Clique no botão Select Folder para exibir uma lista de pastas públicas

image

Selecione a pasta que deseja copiar e clique em OK.

Você deve selecionar qual caixa de correio que você deseja copiar os dados de pasta pública. Clique no botão Selecione caixa de correio e selecione a caixa de correio. Em seguida, clique no botão Adicionar à fila de importação para adicionar a pasta para a fila de importação. Se você tem mais pastas para importar, repita o procedimento.

image

Clique no botão Iniciar importação para iniciar a importação.

Troubleshooting

O melhor lugar para começar é com os arquivos de log. Arquivos de log detalhados são mantidos no diretório c:\users\username\MessageOps. Os problemas mais comuns são:

  • Mensagens que são demasiado grandes para importar. O limite de tamanho de mensagem no Office 365 é 30 MB. Não é possível carregar mensagens de mais de 25 MB. Essas mensagens são colocadas em um diretório chamado OverSize no diretório do arquivo de log.
  • De limitação. Se você está importando ou Exportando mensagens com o Office 365, você vai perceber que é um processo lento. A razão é porque a conexão é acelerada pelos servidores do Office 365. Se você tem uma grande quantidade de dados que você deseja mover, você precisará dedicar várias estações de trabalho para a tarefa. Cada estação de trabalho deve usar uma conta de administrador separada para entrar no Office 365.

Meus caros… espero que tenham gostado. Semana que vem darei sequência com um post dedicado à ferramenta MessaOps Office 365 Active Directory Addin.

Grande abraço!